O que podemos fazer?

Certo dia já não conseguia dormir direito. No começo imaginei ser cansaço demais, excesso de preocupações do trabalho refletindo no meu organismo. A noite foi trocada pelo dia e as tarefas não eram executadas com a mesma intensidade. Neste ponto meu alerta ligou, como uma ficha caindo admiti o meu problema: era ansiedade. Lá vamos … Continuar lendo O que podemos fazer?

Anúncios

Deficiente, sexualidade e solidão: em busca do empoderamento

* Por Jhonatan Zati Nós somos o país que mais mata pessoas LGBT no mundo. Segundo dados levantados de acordo com o GGB, Grupo Gay da Bahia, nossas estatísticas do ano de 2016 superam as do Oriente Médio e da África, em regiões em que a pena de morte por ser parte dessa parcela da população … Continuar lendo Deficiente, sexualidade e solidão: em busca do empoderamento

O que a Berenice não disse

Mês passado fui convidada a participar de um bate papo em uma agência de publicidade aqui em Belo Horizonte. A proposta era falar sobre a campanha da Vogue com a Cléo Pires e discutir a importância da representatividade nas propagandas. Expus a complexidade no processo de identidade das mulheres com deficiência em uma sociedade padronizada como a … Continuar lendo O que a Berenice não disse

Queridas Paralimpíadas, obrigada pelo empoderamento

*Por Ieska Tubaldini Labão Eu nunca tinha assistido a mais do que cinco minutos seguidos de qualquer (qualquer) modalidade Paralímpica. Considerando o quanto eu assisto a esportes o tempo inteiro, essa é uma coisa que me causa bastante vergonha, apesar de, hoje, eu ter consciência de que a evolução (da trajetória de vida, da maturidade, da … Continuar lendo Queridas Paralimpíadas, obrigada pelo empoderamento

A Yura veio até mim após ver meu material com Disbuga. Lembro da nossa primeira conversa, ela ainda estava iniciando sua descoberta como mulher com deficiência e tinha muitas perguntas. Foi uma troca interessante que mais tarde resultou em um lindo desabrochar. Hoje aquela menina tímida, deu lugar a uma jovem super criativa e consciente … Continuar lendo

Ela não anda, ela arrasa: Fernanda Härter

A palavra do "Ela não anda, ela arrasa" de hoje vai para uma mulher que admiro muito pela delicadeza de sua personalidade e firmeza em suas vontades. Fernanda é só simpatia, consegue conquistar todo mundo com o jeitinho dela, porém quando o assunto é feminismo e os direitos da mulher com deficiência a suposta fragilidade dá lugar a … Continuar lendo Ela não anda, ela arrasa: Fernanda Härter

Carta aos exemplos de superação

Pensei muito antes de escrever esse texto, confesso. Não queria trabalhar esse tema de modo agressivo, tampouco ser complacente com vocês, mas resolvi conversar e propor uma reflexão sobre como esse papo de superação é prejudicial ao nosso debate de real inclusão das pessoas com deficiência na sociedade.  Talvez seja difícil entender ou enxergar o lado negativo de ser um … Continuar lendo Carta aos exemplos de superação